Saturday, January 6, 2018

Black mirror tem enfatizado e amplificado a minha tecnofobia e ceticismo acerca de inovacoes. Ontem um senhor de idade me disse que trocou o nokia-tijolo por um smart phone depois de 14 anos com o mesmo aparelho. 14 anos!! Alguem imagina um celular durar isso? Um viva ao velho Nokia.

Sou saudosista a ponto de preferir algo que dure anos, nao soh com bens mas em relacionamentos, amizades, enfim. Qualidade deve estar sempre acima de quantidade. Percebo que isso eh cada vez mais antiquado e incompativel com a logica lucrativista do sistema. Compre, troque, compre, compre, troque, compre!!

Mas, voltando ao BM, receio que as pessoas fiquem mais idiotas do que ja estao devido aos devices "pensarem" por elas o tempo todo.

A teimosia que, eu prefiro chamar de relutancia, eh um atributo que tem um lado positivo que nenhum outro defeito tem, mais tarde vao perceber que o teimoso estava certo. Caetano disse, se o mundo eh imbecil por que eu tenho que ser?

Monday, September 18, 2017

E quando computadores comecarem a pensar por nós?
Quer dizer, já temos computadores que produzem músicas bastando apenas uma tecla.
E se computadores comecarem a produzir poemas, literaturas tao ou mais complexas e ricas como as melhores obras de Shakespeare ou Joyce? Pinturas fantásticas, músicas virtuosas e jamais possíveis de serem reproduzidas pelo Homem?
Já temos computadores imbatíveis no xadrez. E se os computadores virassem críticos literários tudo com base numa coleta de dados e de informacao?
O Homem teria menos ou nenhuma importancia na arte? A vida seria menos significativa? Que consequencias isso traria?
Os feitos humanos iriam deixar de ser incriveis pois, seriam facilmente reproduzidos ainda com mais perfeicao pelas maquinas? Ou, haveria mais tempo pra pensarmos e deixarmos as maquinas com as tarefas "burocraticas". Seriamos, de vez, programadores usando nossas imaginacoes, ainda na busca por conhecimento, na busca de um sentido pra vida ou de explicacoes que jamais vamos ter.

Sou de vez em quando um pouco nostálgico de um tempo que nao vivi. De um tempo de mais atividades físicas, de subsistencia em que, nos organizávamos em grupos pra decidir o que plantar, quando colher, o que explorar, o que construir.

Pois sabemos hoje que os computadores podem fazer tudo isso e muito mais mas, só o Homem tem capacidade de sentir, de absorver o sentido da arte e isso depende de quem a transmite. Pois, arte é transmissao de sentimento e nao limitada a observacao e coleta de dados. Arte é transcendencia e, assim como o sentimento com a misteriosa inexplicabilidade desses elementos, jamais poderao ser transferidos pra um código binário sendo portanto, parte essencial da diversao de se estar vivo. Sem arte estaríamos sem vida.

Quem sabe voltaríamos as raízes, destruiríamos todos os nossos computadores, fariamos um enorme churrasco com uma linda brasa alimentada por tudo que é elétrico, gadgets, devices, USBs, hard disks . Iriamos parar com todo esse frenesi de registrar digitalmente nossas acoes, nossos pratos e lugares que vamos e, voltaríamos a relaxar ao som de um mantra na cítara chinesa tocado por um ser de carne e osso ou, ouvir histórias de mundos de fantasia contadas por uma pessoa mais velha, ou dar risadas de uma piada velha ou criariamos músicas em um momento de entusiasmo com alguma forma de amor. Cantaríamos e dancaríamos até o sol nascer, e dancaríamos até o sol raiar.








Friday, November 11, 2016

They can build walls, increase the oppression, destroy governments, ignore the class struggle, segregate, nothing will change, there is no use.
The oppression, the strongest it could be, will not be enough to stop the force of immigration, let alone to solve the internal problems by placing them under the carpet.
None of this will bring answers to questions who are increasingly stirring up tempers of those who always wanted to deny the obvious, the growing social changes that the world is facing.
And at that point, it does not make me worry whether this extremist wave is hovering in the world and will continue like that. Time shows that the problems will be higher in the decades to come, what they call also refugee crisis will get more intensity. Right now, every minute there is a human being moving out of where they live to seek better conditions elsewhere.
I repeat, there is no oppressive force that can stop it.
There is no force that can reverse the likely effects of the climate change, which also will force millions to seek better conditions for their survivals.
We are just witnessing the events unfold, we can anticipate our extinction, but we can extend, everything will depend on how we respond to that.
The fact is that we have to find ways to adapt to this reality. And that is unrelated to ideals, passions or beliefs.

Wednesday, May 18, 2016

Tempos obscuros eh pouco.

Estou de volta apenas pra registrar algo que postei recentemente no Facebook e nao quero que o texto se "perca". Ninguém com o mínimo de informacao é pra ter dúvidas de que os Estados Unidos tiveram influencia nesse golpe no Brasil. Existe todo um histórico de derrubada de governos pela América Latina e pelo mundo. Vejamos a Guatemala quando teve reformas agrarias que contrariavam os interesses americanos, o financiamento dos contra na Nicaragua, o golpe contra Allende no Chile, o golpe contra Jango no Brasil em 1964. Tudo vastamente documentado, incluindo um recente dado de que a ideia inicial era matar Jango como mataram Kennedy.

Em 2013 Snowden denunciou que o Brasil era o principal alvo de espionagem das agencias americanas. Dilma em uma conferencia na ONU levantou esta questao séria, de quebra de soberania, mas, como em diversas outras acoes criminosas dos EUA, ficou por isso mesmo. Merkel, na altura, deu um puxao de orelha em Obama. Depois vieram informacoes de que a embaixadora americana no Paraguai, Liliana Ayalde, foi transferida pro Brasil dias antes do golpe paraguaio pra derrubar Lugo. Em um telegrama vazado no wikileaks ela disse: "Temos sido cuidadosos em expressar nosso apoio público às instituições democráticas do Paraguai – não a Lugo pessoalmente”.

O golpe no Paraguai foi como um “relâmpago” realizado em apenas 48 horas. Depois de ser derrotado por 39 votos favoráveis ao impeachment no Senado, e ter apenas quatro em apoio, o presidente Fernando Lugo precisou montar sua defesa para recorrer à Suprema no período de 17 horas, mas não foi bem sucedido.

Em um despacho ao departamento de Estado do dia 25 de agosto de 2009 –um ano depois da posse de Lugo – Ayalde afirmou que “a interferência política é a norma; a administração da Justiça se tornou tão distorcida, que os cidadãos perderam a confiança na instituição”. Ou seja, apesar da agilidade do processo de impeachment, a embaixadora já monitorava a movimentação golpista três anos antes do julgamento político. “Esta câmara é famosa por tomar decisões controversas e arbitrárias. (….) Para os aliados de Lugo, obter controle da câmara é fundamental para prevenir um possível impeachment”, escreveu.

Recentemente vazou no wikileaks que Temer era informante da CIA. Serra ja havia prometido o pre-sal a Chevron, tambem segundo documentos do Wikileaks. O que se tem por trás disso tudo é principalmente o petróleo.

Concluindo.
Hoje, metade de maio de 2016, eu faco apenas algumas prospeccoes pros proximos anos. Existem claros indicios que vamos ter anos extremamente turbulentos pela frente, com politicas neoliberais de austeridade que por diversas vezes vem fracassando ao redor do mundo. Em termos mais objetivos veremos politicas pra cortar direitos trabalhistas, politicas de mais terceirizacao e concentracao de poder. Politicas de criminalizacao de movimentos sociais, mais repressao policial. Alem disso, teremos o parlamentarismo sendo a nossa forma de sistema republicano, o que, considerando o "altissimo" nivel mental de quem esta no congresso eh no minimo, algo catastrofico. Veremos tambem a privatizacao da Petrobras, abertura de concessao do nosso pre-sal pra Chevron, privatizacao do sistema carcerario, o fim do SUS e medicos cubanos serao mandados de volta. Com "apenas" essas medidas, vamos ver um aumento na desigualdade social e consequentemente na criminalidade. O povo sofrido e trabalhador vai ficar ainda mais sofrido. A classe media, responsavel por boa parte todo o descaso que vemos, sofrera tambem as consequencias de sua ignorancia. Alias, eu costumo dizer que, tendo crescido no meio burgues, sei muito bem o quao retrograda e estupida eh essa classe media brasileira, talvez, talvez a mais estupida do mundo. Pois, mesmo tendo oportunidades de serem educadas, mesmo assim nao aprenderam nada. Veremos!

Saturday, May 16, 2015

(Continuando post anterior sobre hierarquias)

Nao vejo nenhum lugar do mundo, e falo isso com uma bagagem profissional que me dá o direito de ter essa opiniao sem medo de errar, que seria tal como o Brasil, o país do "voce sabe com quem tá falando". No Brasil, abuso de poder é visto como algo normal. O abuso de poder nao engloba somente a polícia que entra nos barracos sem ordem judicial, mas ele tá totalmente inserido na sociedade. Imunidades parlamentares sao as impunidades parlamentares e demonstram como é verdade que "todos somos iguais, mas uns sao mais iguais que os outros", a impunidade é relativa de acordo com a sua classe social, ou status.
Agora que se discute tanto a reducao da maioridade penal, escrevo essas linhas porque tenho uma idéia do que isso representa. Penso que, em menos de 5 anos, com essa reducao aprovada, vamos ter um aumento de presídios a tal ponto que ficará inviável pro Estado cuidar deles, e, assim como nos EUA, passarao a ser privatizados. Ou seja, darao lucro pra alguem, no caso o empresário que montou um presídio, que ganha subsídio do governo pra manter o presídio com pelo menos 90% da capacidade. O Brasil é o terceiro país que mais prende no mundo, O que isso tem a ver com hierarquias? Tudo, somos uma sociedade excludente, segregadora, conservadora ao extremo, formada por individualistas, nem um pouco cordiais (a famosa "cordialidade brasileira"). Vendo hoje um vídeo de uma mulher que, traída pelo marido que transou com a empregada, aparece espancando a sujeita e despindo-a e obrigando ela a ir pra rua, nuazinha, depois de puxando a mulher pelo cabelo. O filme é algo deplorável, abominável acho até que por gente dos setores mais extremos de direita (espero). E, mesmo sendo um exemplo, deixa claro o retrato da sociedade brasileira. Uma sociedade sem pena, sem remorsos, repressora, violenta, enfim, que age por instinto, que pensa pouco (ou nao pensa at all). Lembro de outros vídeos que deixam claro isso tb, mas o que eu me interesso é em comparar o Brasil com os demais países do mundo e ver como está clara a diferenca de como se enxerga o poder, de como se supervaloriza as hierarquias e a superioridade moral, social, ou economica.


Wednesday, November 26, 2014

O sujeito é parado no transito. Dirige sem placa e sem CNH. A agente de transito rapidamente tenta aplicar uma multa ao que ouve:
- Peraí, vc nao sabe com quem está falando.
O sujeito, esticando o peito de pombo, saca uma carteira onde diz que ele é "juiz".
A agente de transito que, provavelmente ganha 20 x menos o que Deus, ops, juiz ganha, toma uma voz de prisao e ainda é obrigada a pagar uma indenizacao de 5000 reais por "danos morais".

Eu pergunto, em que outro país do mundo vc pensaria que isso iria ocorrer se nao no Brasil?

Pois foi provavelmente isso que ocorreu no lamentável episódio em que uma agente de transito foi punida por tentar aplicar a lei, e falar umas boas verdades.

A hierarquia junto com a diferenca social está tao enraizada no Brasil que ela chega a inverter valores. A aplicacao da lei só existe pros menos favorecidos e o errado vira certo quando o sujeito tem um status ou recebe o título de "Excelencia". "O meu amigo, vc sabe com quem está falando?!", lí uma vez que se eliminássemos todos os tipos de tratamento que nós damos aos "superiores", se extinguíssemos do nosso dia-a-dia palavras como "Dr.", "Sr." "Excelentíssimo", "Meritíssimo", já teríamos uma mudanca significativa na estrutura da sociedade. Voltando ao juiz que nao gostou de ouvir que "juiz nao é nenhum ser superior", o Globo foi condenado a pagar 18 mil de multa por ter divulgado notícias onde estaria difamando o juiz http://oglobo.globo.com/rio/carreira-de-juiz-da-lei-seca-marcada-por-polemicas-14493425

(continua)





Thursday, October 30, 2014

O Progressista e a Conservadorinha

Eram totalmente opostos.
Ela era dessas conservadoras que ia a igreja todos os domingos, seu sonho era ter uma família e viver pra sempre, feliz. Era também a favor da pena de morte pra vagabundo e contra o aborto. Uma cidada de bem.
Ele, nao dava muita bola pra nada disso nao, já tinha usado tudo que é tipo de droga, LSD, chá-de-cogumelo, pego todas as mulheres possível e curtia discutir questoes pra lá de sacanas como sexo tantrico, putaria na alemanha oriental e quantas mulheres Fidel levou pra cama. Era um devasso. Tudo isso, claro, com interesse de duas coisas, converter as mulheres pro seu pensamento libertino e transar com elas depois. Um dia, casou com uma dessas. E diminuiu com isso.
A Dorinha (nossa conserva) ia todos os dias pro trabalho pelo mesmo caminho que o nosso personagem Petros Brás. Desnecessário dizer que o destino fez os dois se encontrarem um dia num bar:
- Eu vejo vc todos os dias, qual teu nome?
- Dora, mas pode me chamar de Dorinha. (toda sorridente) - E o seu?
- Petros, eu trabalho naquele prédio do lado do teu.
- Ah, claro, voce também é advogado?

Descobriram que tinham algo em comum. Descobriram também que eram casados. Mas, depois de umas cervejas, já tavam em uma cama do motel próximo aquele bar.

Meses de conversinhas via-celular, emails e chats no Whatsapp e a Dorinha estava cada vez mais afim de uma putaria. Ele, nao queria muito nao, afinal tinha um casamento sólido, coisa que nao fazia muito sentido na vida dele segundo as estatísticas. Por isso, ele mantinha a postura. Ela, por outro lado, aquela "santinha na sociedade" deixava cada frase pornográfica no celular de Petros que fariam qualquer Rita Cadilac se sentindo uma puritana.

Quanto mais ele se segurava e tentava preservar aquilo que era de mais sagrado pra ele, seu casamento, mais ela se soltava e vinha com promessas de largar o marido pra ficar com ele. E aquelas idéias progressistas e conservadoras pairavam no ar, como o anjo e o diabo que lutam pra falar mais alto nos nossos ouvidos.
Dorinha virou feminista e largou a igreja, Petros, se filiou ao Partido da Família e bons costumes e comecou a fazer campanha anti-drogas.


*baseado em fatos*