Tuesday, July 27, 2010

Como se expressa saudade em ingles?



Foi breve como um suspiro. Na segunda-feira foi terrivel chegar em casa e nao ter meus pais esperando por mim como era de hábito nas duas últimas semanas. A falta é enorme. Tivemos muitos momentos legais, e até os momentos "estranhos" (como a vez que eu calculei a distancia errada entre duas cidades e portanto chegamos bem tarde) valeram. como eu queria que meus pais ficassem aqui mais uns 3 meses, nao, 4, 5, ou talvez um ano ou dois, rs

Sei que tem um monte de gente passando por isso nesse exato momento. A minha decisao de vir pra cá foi feita com a emoção e um pouco com a razão. Vim pra ficar com uma pessoa que eu mal conhecia, mas vim porque eu sabia que era aquilo que tinha que ser feito. Agora eu me sinto mais ou menos num muro também. Sei que tenho uma vida confortável aqui, qualidade de vida, etc, etc...porém não tenho aqueles que foram os grandes responsáveis por eu estar aqui: meus pais...

As últimas tres semanas foram as melhores semanas dos últimos anos. Talvez igual só as 3 semanas que eu passei aqui em 2006 quando vim com o Gustavo de férias e aquela foi minha primeira viagem a Europa. Claro, esse ano tive visita de dois grandes amigos também mas, dessa vez com meus pais fui pra lugares que nunca tinha ido antes.

Fomos a Edimburgo de carro! Viajamos a costa toda da Irlanda do Norte. E antes que vc possa se matar de raiva, tivemos em Londres e Dublin também. Nao vou escrever muito pois agora to saindo pra pescar, ou saindo apenas pra nao pensar muito no que rolou. Estou nostálgico, sensível e com saudade. Aliás essa palavra só faz falta em ingles quando vc realmente sente isso. Um sentimento parecido foi quando depois das 3 semanas que eu estive aqui com a Karen em 2006, tive que largá-la pra voltar pro Rio e esperá-la por mais duas semanas. Depois alguns meses pra entao voltar pra cá.

Deixo aqui um abraco singelo a todos os brasileiros que estao nessa situacao. Já inventamos quase tudo nesse mundo...falta ainda o tal do teletransporte pra solucionar essa questao. :-)

2 comments:

DANDA said...

Te entendo perfeitamente. Ano que vem eles estao de volta ou vc da uma esticada ate o Brasil. Acho que este e o caminho para nao sentir tanta nostalgia. Bjs

Fabio said...

É meu amigo... Também passei por situação parecida. Aquele 1 ano e meio em Brasília me fez ter vários períodos de banzo, mas acho que vc está numa situação, digamos, mais "cômoda", pois ao que parece vc gosta dessa cidade e ela me dá a impressão de acolhê-lo bem. Em Bsb experimentei uma solidão que não desejo ao meu pior inimigo, apesar de ter sido o meu melhor momento profissional até agora. Mas a saudade de amigos e parentes sempre era contante e presente. Tomara que vc nunca passe pelo desconforto de descobrir que no lugar onde vc mora as pessoas não se tocam nem para um fraterno abraço. Sinta-se, então, abraçado daqui, meu irmão! Resumindo, há sempre perdas e ganhos. Porém, jamais devemos fugir do destino que nós traçamos. A Bíblia diz mais ou menos assim: "Deus, dai-me compreensão para aceitar o que não posso mudar e forças para mudar o que eu posso". Forte abraço!